As nossas diferenças com os colegas da Plataforma sindical não resultam de qualquer sectarismo e nunca sabotamos as suas iniciativas, nem aceitamos que estes não tenham o mesmo direito a ser ouvidos.

Por isso quando tivemos conhecimento que o grupo parlamentar do PS não marcou nenhuma reunião com a plataforma sindical (que bem ou mal representa mais de 95% dos docentes sindicalizados) decidimos cancelar a reunião agendada com o grupo parlamentar do PS para não permitir qualquer manobra divisionista da classe.

Para o S.TO.P a importância da unidade e da democracia nas lutas tem de ser tomada com seriedade e não contem connosco para discriminar outros sindicatos, não fazemos esse jogo.

UM POR TODOS E TODOS POR UM!

Texto alt automático indisponível.