AEC, contratados, do quadro, etc SOMOS TODOS PROFESSORES!

E sem dúvida, JUNTOS SOMOS + FORTES!

Hoje, os professores de AEC marcaram presença na sessão de Câmara Municipal de Braga para expor preocupações sobre a precariedade que vivem.
Entre muitos problemas, registe-se a relação laboral com o trabalho em horários com intervalos de 2, 3, 4, 5, 6 e 7 horas. No concurso de professores, concorrem na 2.° prioridade mas inicialmente as escolas validaram a 3.° prioridade, conforme orientação da tutela.
A um horário de 2 horas por mês, equivale um vencimento de 80/90 euros. Com os descontos para a Segurança Social, resta um valor aproximado de 20 euros
Igualmente, pagam um seguro a uma seguradora por escolha do professor para o exercício de atividade laboral como trabalhadores independentes.
Apelou-se à autarquia para a recepção dos professores de AEC em audiência com o Presidente da Câmara, assim como o incentivo ao protagonismo da autarquia para a dignificação do estatuto do professor de AEC junto do Governo e entidades envolvidas.
O S.T.O.P. esteve presente em solidariedade com os professores de AEC, agilizando contactos junto da comunicação social e intervindo na sessão.

Texto: Carlos Manuel Dobreira