STOP violência contra professores e profissionais da educação

0
1291

Após os recentes acontecimentos em Valença, dos quais resultaram na violenta agressão de dois professores e dois assistentes operacionais, o S.TO.P. volta a repudiar toda e qualquer forma de indisciplina, desautorização das funções dos profissionais da Educação e violência exercida sobre qualquer profissional da Educação:

Notícia Diário do Minho

Artigo do blog ComRegras

Amanhã, dia 22, o S.TO.P. estará presente no cordão humano organizado pela comunidade educativa local (10h).

Já contactamos um dos colegas agredidos, manifestando a nossa total solidariedade, bem como disponibilizando todo o apoio necessário e possível – aconselhamento/apoio jurídico. E informa que a ajuda é extensível a todos os agredidos.

Como já tínhamos feito este ano, por exemplo com dois colegas agredido no grande Porto: aqui e aqui

Voltaremos, uma vez mais, a contactar o Ministro da Educação (com conhecimento do 1º Ministro), solicitando uma reunião com caráter de urgência e que, antes de mais, tome uma posição pública sobre mais esta agressão a profissionais do Ministério que tutela. Nunca obtivemos resposta!

Não nos resignamos ao silêncio do nosso ministério e da comunicação social

Não pode existir Educação onde existe violência!

 

Chamamos a atenção dos colegas para este artigo relativo a procedimentos a ter em caso de agressão.