6 de julho a defesa da Democracia em Lisboa

Colegas, A GREVE CONTINUA e não podem ser decretados mais quaisquer tipo de serviços mínimos até 31 de julho (o pré-aviso do S.TO.P. já está em vigor e é de 2 a 31 de julho e qualquer serviço mínimo tem de ser decretado antes do início do período da greve). Os serviços mínimos terminam hoje (5 de julho).

VAMOS FAZER O QUE AINDA NÃO FOI FEITO?

6 de julho, às 10h, à frente do parlamento. Além do Professor Santana Castilho, TODOS os professores terão direito à voz.

JUNTOS SOMOS + FORTES!

Foto de S.TO.P.