Mentira do ME para assustar os professores

Colegas, como sabem desde o início da greve a 4 de junho temos sido alvo de constantes mentiras, calúnias, contra-informação com o objectivo de tentar desmobilizar a nossa classe docente. Conclusão: HÁ REALMENTE MUITO MEDO QUE OS PROFESSORES DEIXEM DE TER MEDO!

Mas como se demonstrou durante todo o mês de junho, e em particular ontem, apesar das pressões e intimidações, em muitas escolas por todo o país, a greve continua muito forte e mais de 1000 professores de todo o país vieram para a rua (apesar de iniciativas simbólicas, convocadas com pouco tempo de antecedência e após um dia de trabalho).

Agora o novo ataque é uma recente nota da DGEstE de 2 de julho que tenta OSTENSIVA e ABUSIVAMENTE colocar no acórdão dos serviços mínimos algo que claramente não consta. Ou seja, COMO PODEM VERIFICAR NA IMAGEM o acórdão dos serviços mínimos apenas refere “devendo o diretor de turma, ou quem o substitua, recolher antecipadamente todos os elementos referentes à avaliação de cada aluno, que ainda não tenha nota atribuída, para que possa surtir o efeito de deliberação a tomar” e NÃO refere em nenhum lado o dever dos restantes membros do Conselho de Turma de entregar todos os elementos de avaliação, o que juridicamente faz toda a diferença.

VEJAM A IMAGEM E INTERPRETEM QUEM FALA VERDADE (no 1º comentário a este post, esta imagem está ainda mais ampliada).

Basta, SOMOS PROFESSORES, parem de nos tentar enganar! Sexta, dia 6 de julho, a partir das 10h iremos demonstrar todo o nosso repúdio à frente do parlamento.

Naturalmente, se o ME ousar tentar penalizar de alguma forma alguém, o S.TO.P. disponibilizará todo o apoio jurídico aos seus associados.

Foto de S.TO.P.

Parecer sobre o acórdão do Colégio Arbitral (serviços mínimos)

Parecer do Dr. Garcia Pereira sobre a decisão do Colégio Arbitral.

Mas ATENÇÃO colegas, até sexta-feira 29 junho não se aplicam quaisquer serviços mínimos (ou seja basta que um professor esteja em greve que a reunião de avaliação do 2°, 3° ciclo e Secundário tem que ser adiada).

Foto de S.TO.P.