Tirem-nos o amianto não o tempo do serviço!

0
626
O S.TO.P. esteve hoje na Secundária de Cascais a denunciar mais uma escola que continua com estruturas de amianto. Das várias escolas que já denunciamos (Mira-Sintra, Oliveira do Hospital e Coimbra) esta encontra-se particularmente degradada na medida em que os edifícios da Escola eram para ser temporários desde há 44 anos (sente-se  frio nas salas de aulas). Para piorar a situação, neste momento estão a decorrer ao lado da Escola obras (para um condomínio de luxo) onde têm sido usadas grandes cargas explosivas com vibrações que se sentem na Escola (além do som das explosões que assustam toda a comunidade educativa).

O 1º ministro António Costa em 2016 prometeu no parlamento que até 31 de dezembro de 2018 o amianto iria ser retirado de todos os edifícios públicos, mas já em 2019 infelizmente continuamos com centenas de edifícios públicos com essa substância comprovadamente cancerígena. 

Face à gravidade da situação, o S.TO.Penviou um e-mail a todos os sindicatos/federações de docentes e aos principais sindicatos de funcionários para auscultar a sua vontade em juntar forças contra este atentado à saúde de milhares de crianças/jovens, funcionários e professores.
Se a comunidade educativa da Secundária de Cascais quiser lutar pelo seu direito elementar a estudar e a trabalhar com saúde e dignidade pode contar com o S.TO.P.
A ESCOLA É UM LOCAL PARA APRENDER, NÃO É PARA ADOECER!”