E NA MESMA GAVETA FICOU O DIREITO DE MILHARES DE ALUNOS A TER PROFESSOR…

0
78

O S.TO.P. há muito que denuncia a grande injustiça da falta de subsídio de transporte e/ou alojamento para os professores deslocados (em contraste nomeadamente com outros funcionários públicos). Este mês voltámos a denunciar no parlamento, na audiência com todos os grupos parlamentares e, também, alertámos para as consequências que essa injustiça tem para milhares de alunos que continuam sem professores desde o início deste ano letivo (porque o salário docente não compensa as deslocações e o alojamento).

O governo (e o parlamento) dizem sempre estar muito preocupados com a Educação mas, como se viu, mais uma vez, foram só palavras que não se concretizam em ações concretas (e apesar de prevista o ano passado esta medida desapareceu deste Orçamento de Estado). Como referimos na nossa recente intervenção no parlamento: “Enquanto alguns comentadores (pagos a peso de ouro) destilam regularmente o seu ódio à classe docente, os professores continuam a dar o seu melhor e muitos milhares estão a dar aulas com salários próximos (ou mesmo inferiores) a 1000 euros e a centenas de Km da sua família (sem qualquer subsídio de alojamento ou de transporte – ao contrário do que acontece por exemplo com os senhores deputados)”.

O S.TO.P. continuará a defender JUSTIÇA e RESPEITO para TODOS OS PROFISSIONAIS DE EDUCAÇÃO incluindo o direito a subsídios de alojamento e/ou de transporte para os professores deslocados e consequentemente o direito de milhares de alunos poderem vir a ter finalmente professores a várias disciplinas.