Contador de Agressões a Docentes e Não Docentes

    0
    241

    Colegas, como é público, através da parceria entre o ComRegras e o S.TO.P., já se apuraram pelo menos 25 agressões nas escolas do nosso País, desde outubro de 2019 até agora.

    Na última reunião com o Ministro da Educação (ME), este indicou-nos que deveriam ser os PRÓPRIOS Profissionais da Educação a comunicar ao Ministério Público as agressões ocorridas: Afirmando que supostamente não o poderia fazer por respeito à “separação entre o PODER POLÍTICO e o PODER JUDICIAL”!

    No entanto, como é público, o ME nunca se pronunciou publicamente em defesa dos Profissionais da Educação agredidos – ao contrário do que fizeram as Ministras da Saúde e da Justiça em situações semelhantes.

    O S.TO.P. continua a não aceitar que PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO sejam AGREDIDOS E HUMILHADOS, por isso, consequentemente, dinamizámos uma greve de várias semanas, nomeadamente, contra a violência e a impunidade nas Escolas e, também, já CONTACTÁMOS o Ministério Público com o objetivo de apurar em que ponto de situação se encontra a investigação de cada um desses 25 CASOS DE AGRESSÃO (bem como continuamos a aguardar resposta, há vários meses, do Ministro da Educação para reunir nomeadamente sobre esta temática gravíssima).

    Quando tivermos algum esclarecimento da parte do Ministério Público transmitiremos essa informação a todos os PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO.

    JUNTOS SOMOS + FORTES

    – Contador de Agressões a Docentes e Não Docentes: https://www.comregras.com/contador-de-agressoes-a-docentes…/