GREVE NACIONAL contra a desconsideração aos Profissionais de Educação e ao SNS

0
486
Na pior semana de sempre da pandemia no nosso país – infelizmente Portugal lidera a nível mundial no número de mortes, infetados e risco de infeção por milhão de habitante – continuam Profissionais da Educação a serem chamados para cumprir na ÍNTEGRA o horário de trabalho PRESENCIALMENTE nas suas escolas (mesmo em Escolas sem alunos).
 
Isto, particularmente neste contexto pandémico, representa uma IRRESPONSABILIDADE e uma profunda DESCONSIDERAÇÃO com a saúde destes Profissionais, das suas famílias, da saúde pública e, consequentemente, também um desrespeito pelos nossos serviços de saúde à beira da rutura.
 
O S.TO.P. já exigiu “bom senso” e RESPONSABILIDADE ao ME e aos Municípios mas, se este tipo de condutas não for alterado, o S.TO.P. irá manter uma GREVE NACIONAL durante vários dias com início na próxima segunda-feira, dia 1 de fevereiro.
 
Os Profissionais de Educação (Docentes e não docentes) que queiram saber mais sobre esta greve nacional do S.TO.P. contactem-nos para: s.to.p.sindicato@gmail.com (com o assunto GREVE NACIONAL).
A partilhar!
 
Os pré-avisos de greve de 1 a 5 de fevereiro: Pré avisos de greve de 1 a 5 de fevereiro | Sindicato S.TO.P.