“NEGOCIAÇÃO COLETIVA” COM O ME a 26 agosto 2022

0
252

Colegas, após toda a polémica gerada pelo recente Decreto-lei sobre a mudança das habilitações para dar aulas, o S.TO.P. foi convocado para uma reunião de negociação coletiva sobre esse mesmo Decreto-Lei com o Ministério da Educação (ME) no próximo dia 26 de agosto (ver imagem).

A falta de professores deve-se essencialmente à brutal desvalorização que a profissão docente tem tido nas últimas 2 décadas. É essa a razão de fundo que explica porque muitos milhares de professores (com formação pedagógica e ainda em idade ativa) abandonaram o ensino, porque se esvaziaram os cursos de formação de professores em Portugal e consequentemente termos hoje uma das classes docentes mais envelhecidas da Europa.

Quando faltam profissionais qualificados em outras profissões, o governo tenta atrair esses profissionais com melhores condições (ex: na saúde). Paradoxalmente perante esse problema na Educação, o governo aprofunda ainda mais a desvalorização desta profissão nomeadamente dando imagem errada de que ser professor é uma profissão menor, para a qual nem é necessária formação específica para a docência.

Continuamos também a considerar que toda esta situação agrava ainda a qualidade de ensino na Escola Pública com graves consequências para as nossas crianças/jovens. OS NOSSOS ALUNOS MERECEM MELHOR!

Todos os professores que queiram receber a proposta de regulamentação (que o ME se comprometeu a enviar ao S.TO.P. a partir da próxima segunda-feira) que nos solicite enviando um email para S.TO.P.SINDICATO@GMAIL.COM com o assunto: “Proposta de regulamentação do ME”. Posteriormente, todos os docentes que queiram fazer PROPOSTAS para o S.TO.P. levar a essa reunião, podem fazê-lo até dia 23 de agosto (inclusive) enviando-as para o mesmo email com o assunto: “Propostas para a reunião com o ME”.

Como sempre, tentaremos continuar a ser A VOZ DOS SEM VOZ em defesa de TODOS os Profissionais de Educação e de uma Escola de qualidade para TODOS.

A PARTILHAR com mais colegas.

NOTA: relembramos que legalmente apenas o ME é que pode convocar os sindicatos para reuniões e sobre os temas que entender. O S.TO.P. desde há muito que solicita reuniões com o ME sobre vários problemas/injustiças que se arrastam há demasiado tempo e que prejudicam quem trabalha (e estuda) nas escolas mas até hoje nunca aceitaram reunir sobre essas temáticas.