Política educativa errada É A MAIOR BAIXA

0
184

O Ministro João Costa afirmou recentemente que a falta de professores deve-se à situação de baixa médica que muitos professores – legitimamente – colocam.

Não podemos deixar de manifestar o nosso total repúdio face a esta infame afirmação!

Pois não só culpabiliza os professores, denegrindo a sua imagem – o que leva a recordar a má memória de outros responsáveis pela tutela -, como faz dos docentes “bode expiatório” de políticas educativas negligentes face ao ENVELHECIMENTO (média de idade acima dos 50 anos), PRECARIEDADE (idade média de vinculação aos 45 anos, abandono da profissão), SOBRECARGA de trabalho (alto índice de burnout), entre outros tantos atropelos à profissão e sustentabilidade do sistema educativo.

Os professores são uma das classes que os portugueses mais confiam e no que depender de nós procuraremos, por todos os meios, repor a verdade.

Após mais estas afirmações difamatórias do ME e de todas as suas profundas e lesivas alterações recentes que prejudicarão milhares de professores (por exemplo alterações nas contratações/renovações e MPD), o S.TO.P. CONVIDA todos os colegas (sócios e não sócios) a participar num plenário nacional online para decidirmos, democraticamente, o que podemos fazer para lutar contra todas estas políticas (des)educativas.

PLENÁRIO NACIONAL online, 18 julho, às 21h30.

Para se inscreverem basta enviarem um email, com nome completo e concelho de local de trabalho, ATÉ este domingo (inclusive) para S.TO.P.SINDICATO@GMAIL.COM
Participa e convida mais colegas.

JUNTOS SOMOS + FORTES!
A partilhar colegas.