Pré-avisos de greve com início a 9 de dezembro e REUNIÃO NACIONAL de preparação da GREVE NACIONAL por tempo indeterminado

0
7423

Colegas, é necessário restaurar a dignidade e a valorização da nossa profissão docente, por nós, pelo nossos alunos/filhos/netos e pelo futuro do país! A história demonstra que o Poder/ME só nos respeitará quando pelo menos um setor significativo da classe começar a dinamizar lutas com maior impacto. É fundamental JUNTAR TODOS os colegas inconformados (independentemente se são do sindicato A ou B, ou se são não sindicalizados). Num dia carregado de simbolismo, 1 dezembro, iremos começar a construir/organizar esta greve nacional nas escolas com início a 9 de dezembro, para que esta tenha o maior impacto possível e também avaliar a viabilidade de criar fundos de greve. Que não haja dúvidas: nenhum sindicato sozinho conseguirá mudar o curso da história, se a classe que representa não se mobilizar minimamente.


Para isso é fundamental a participação de todos na REUNIÃO NACIONAL online de PROFESSORES (sócios e não sócios), 1 dezembro, feriado da restauração da independência, às 18h.

Para se inscreverem na reunião, basta enviarem um email com o assunto: “Inscrição na reunião nacional de professores de 1 dezembro” sendo fundamental enviar também o nome completo e o nome do Agrupamento/Escola (onde está colocado) até terça-feira (inclusive), 29 novembro, para S.TO.P.SINDICATO@GMAIL.COM


É fundamental a participação de todos os colegas que não aceitam a situação atual da profissão docente mas também convencermos outros colegas (idealmente do teu Agrupamento/Escola) a fazer o mesmo: JUNTOS SOMOS + FORTES!

 

NOTA IMPORTANTE: Esta greve por tempo indeterminado será interrompida quando  o ME ceder em algo que a classe considere significativo ou quando os professores que estão nas escolas decidirem. Como o S.TO.P. sempre informou (inclusive desde o início da  sondagem que definiu esta forma de luta): “ Como é público, o S.TO.P. avançou e continuou a greve às avaliações em 2018 até ao fim porque além das sondagens dinamizadas pelos bloguers docentes (muito participadas), também vimos que (apesar das calúnias/ataques contra o S.TO.P.) efetivamente houve nas escolas significativa adesão dos colegas. Mais do que “cliques” anónimos em sondagens que, apesar de nos poderem dar pistas importantes, o que é realmente determinante é a adesão dos colegas nas escolas. Por isso, naturalmente, seja qual for a forma de luta mais votada, se ao fim dos primeiros dias dessa luta se constatar que não está a ter impacto/adesão significativa (e porque não queremos desmoralizar/destruir os colegas mais combativos em lutas infrutíferas/inconsequentes) convocaremos um novo plenário para avaliarmos a continuidade dessa luta. Mais uma vez será, coletiva e democraticamente, que decidimos avançar ou parar uma luta (e não meia dúzia de dirigentes sejam eles quais forem). Também aqui se vê, mais uma diferença fundamental, com todos os outros sindicatos na área da Educação.

 

Outros pré-avisos de greve serão enviados atempadamente para garantir que, caso haja vontade da classe, esta greve possa continuar.

Pré-avisos de greve (já enviados):

9 dezembro: https://drive.google.com/file/d/1sLH5fHMdIQojO2ntvcJruXUH3HNIJpoI/view?usp=share_link

12 dezembro: https://drive.google.com/file/d/1fAAEWmgbXMneBzXCJG5nwmmH9jNwjNal/view?usp=share_link

13 dezembro: https://drive.google.com/file/d/1iNs3zz_bqaWrud_CrRADSWqAVXJEpGQB/view?usp=share_link

14 dezembro: https://drive.google.com/file/d/1a3c2QODSWF7ul9ODtVM7LTwETcSlqouG/view?usp=share_link

15 dezembro: https://drive.google.com/file/d/1y8rQB6KhnBDZ15iYqsIeUrtrd_w7trTw/view?usp=share_link

16 dezembro: https://drive.google.com/file/d/1U5Zg27Xpk9wpEwsijBjor6Of25nobmR4/view?usp=share_link

 

As três formas de luta mais votadas na sondagem dinamizada pelo Blog do Arlindo, onde participaram 5767 pessoas, foram:

  • 1.º Greve por tempo indeterminado 1 720 votos (20,17%); 
  • 2.º Greve às avaliações no 1.º Período e no fim do 1.º Semestre 1 699 votos (19, 93%);
  • 3.º Concentrações em frente às escolas por todo o país e depois uma grande manifestação em Lisboa 1 010 votos (11,85%).
Quem quiser saber também os resultados das outras formas de luta (com menos expressão) que nos solicite por email: S.TO.P.SINDICATO@GMAIL.COM