Reuniões presenciais em pandemia e professores excluídos dos testes

0
278

S.TO.P. fala em “total irresponsabilidade por parte das escolas, que é quem tem a autonomia para definir como se realizam as reuniões; mas também do Ministério da Educação [ME), que não deveria permitir que fosse cada escola a decidir”.

Para André Pestana, “sendo uma questão de saúde pública, o ME deveria enviar para todas as escolas a indicação de que não pode haver reuniões presenciais, em vez de deixar ao bel-prazer de cada diretor”.

PROFESSORES CONTRATADOS EXCLUÍDOS DOS TESTES em algumas escolas?
“Se faltam testes, qual é o critério? É a precariedade? Os professores contratados já são o elo mais fraco em muitas outras situações e esta é mais uma”, criticou o representante do STOP.

O S.TO.P. é o sindicato que desde o ano letivo passado tem conseguido, através da sua pressão, ajudar a que centenas de reuniões presenciais passam a online

Os colegas que conheçam outras situações semelhantes que coloquem em risco a saúde pública que nos avisem S.TO.P.SINDICATO@GMAIL.COM
Garantimos anonimato.

A partilhar: JUNTOS SOMOS + FORTES

Link da notícia (que também saiu na SIC notícias, DN, Agência Lusa, etc): https://24.sapo.pt/…/covid-19-sindicato-denuncia-que-ha…