S.TO.P. convidado a reunir com o novo Ministro da Educação

0
150
Colegas, o novo Ministro da Educação convocou o S.TO.P. para uma reunião, a realizar no dia 27 de abril de 2022, pelas 16h (como podem verificar pela imagem).
 
Coerentemente com o que o S.TO.P. já tinha solicitado ao Ministro João Costa (já após a sua posse como Ministro da Educação) iremos defender a necessidade urgente de se iniciarem reuniões de negociação coletiva nomeadamente sobre:
– a avaliação injusta e artificial com quotas (pessoal docente e não docente);
– a gestão escolar não democrática;
– a precariedade (AEC, contratados) incluindo a questão dos colegas lesados da Segurança Social e vinculação pelas reais necessidades do sistema educativo;
– a municipalização;
– as quotas de acesso ao 5.º e 7.º escalões (docentes);
– a valorização em particular do pessoal não docente com salários de miséria;
– o rejuvenescimento dos Profissionais da Educação e o direito a uma pré-reforma digna;
– a contabilização de todo o tempo de serviço congelado da classe docente;
– a redução do número de alunos por turma e medidas para combater a indisciplina;
– a diminuição do excesso de trabalho burocrático;
– os concursos docentes justos através da graduação profissional e sem obrigatoriedade de concorrer ao máximo de QZP para quem tenta entrar para o quadro;
– a situação dos monodocentes, etc.
 
Todas estas (e outras) questões/injustiças têm levado a que cada vez mais faltem Profissionais da Educação (sobretudo professores) que têm prejudicado profundamente milhares de alunos.
O Ministro João Costa tem uma excelente oportunidade de demonstrar que não é “mais do mesmo” nomeadamente marcando com urgência (e com datas concretas) reuniões sobre várias daquelas temáticas que se arrastam há demasiado tempo.
 
TODOS os Profissionais de Educação – pessoal docente e não docente – que queiram fazer PROPOSTAS para o S.TO.P. levar a essa reunião, podem fazê-lo até dia 21 de abril enviando para o email: S.TO.P.SINDICATO@GMAIL.COM (com o assunto: Propostas para a reunião com o ME).
 
Como sempre, tentaremos continuar a ser A VOZ DOS SEM VOZ em defesa de TODOS os Profissionais de Educação e de uma Escola de qualidade para TODOS.
 
A PARTILHAR com mais colegas.